sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Sobre o laboratório da UECE, PCs e sobre cantar

Exemplar parecidíssimo com a "belezura" que foi meu primeiro PC

"Posto" de um lugar incomum: do laboratório de informática da UECE. Pense num lugar que pisei pouquíssimo! Sem a cara de pau necessária para se entrar em uma aula de grego às 8:36, resolví gastar R$1,00 do cartãozinho e fazer alguma coisa de útil. Tão útil quanto postar no próprio blog pode ser. E é engraçado pq eu tinha um cartão desse em 1512. Lembro que pra conseguir o cartão no meu primeiro semestre, era necessário apresentar um certificado de um curso de informática que o indivíduo tenha cursado, o histórico ou declaração do curso e a graninha. Hoje eu cheguei lá dei "os 1 real" e fui feliz. De fato, afixado na cortiça ainda presente na sala, estão estas recomendações. Mas elas não fazem sentido hoje em dia. Primeiro, por que uma parcela assombrosa da população já sabe mexer nesta bendita máquina chamada computador, ás vezes melhor que qualquer outra coisa na vida. Depois, eles deveriam exigir na verdade um curso de informática para computadores mais antigos pois esses aqui são pré-históricos. Do tempo que a gente chamava a CPU de "CPU torre", daqueles que tem um botão turbo pra quando a máquina travar você dá um tapão, mas um tapão virtual, não daqueles que o monitor voa longe. Me lembro do meu primeiro pc, que usava ainda o DOS ( CD:/ windows kkk) ainda da tela verde e que pegava Floppy disc, um troço quase do tamanho de uma mão que não armazenava nem o que um disquete armazena, isso junto de uma impressora daquelas que pegava aquele papel com furinhos, e tão arcaica que se você mexesse no texto digitado no Word Star, o word da época, enquanto a impressora imprimia, suas alterações saíam no papel. Depois disso, veio o windows 3.1 e pra mexer nele eu precisei fazer um curso na Sigma, que era o cúmulo da modernidade em Pacoti. Era tudo tão novo! Tinha cores, um mouse, tudo tão interativo, cheio de janelas. O windows 3.1 era na verdade como uma grande mesa bagunçada, daquelas que quanto mais você arruma, pior fica. As janelas ficavam todas abertas na área de trabalho e ai de você se miniminizasse, haja zé pra achar de novo aquele diretório importantíssimo. Foi nele que me senti a maior artista plástica de todos os tempos por ter descoberto como fazer efeito de neve no Paint (baldinho pra pintar a tela de preto, ferramenta spray no branco, pressiona o botão esquerdo do mouse e displicentemente faça linhas horizontais e verticais. Fica lindo:D). Dele pro 95, pro 98, pro 200o, pro Mx até chegar no atual XP, o windows mais bonitinho, prático que enfim conhecemos. Ah, durante um tempo tentei usar o linux, mas como o mundo é do Windows é um saco ficar salvando tudo para ser compatível com o windows e por mais que eu admire a iniciativa do Linux, a preguiça me venceu, assim como venceu quase todo mundo. Meu único amigo que ainda usa Linux, que eu saiba, é o Roger. Mas quem tem a determinação necessária pra parar de fumar e ser vegetariano, usar Linux é fichinha:P

Hahahahahahahaha...acabei de me lembrar que a coisa mais importante que aprendi sobre computadores é que a PORCARIA da tecla de Insert pode te dar muita, muita dor de cabeça.




Marisa Monte sempre me lembra minha mãe. Acho que pela voz parecer, pelo jeito calmo, por elas duas sempre parecerem estar embebidas em Óleo Séve, serem cheirosas e com tendências meio indianas...

Hoje minha mãe cantará num barzinho/estúdio chamado Vocalize. E por mais que seja uma apresentação pequena, com um repertório limitado a em média 30 músicas, sei que representa muito para ela e eu estarei lá, sem dúvida. Até pq faz 14 anos que não ouço minha mãe cantar e, como em mim, cantar é uma necessidade para ela. Cantar nos faz feliz. E modéstia à parte, minha mãe canta muuuito bem. Pra quem não sabe, meus pais, minha mãe e meu pai biológico, tinham uma banda cover de Beatles, o The Shout. Tínhamos um pequeno estúdio de ensaio nos fundos da casa com as parades forradas com caixas de ovos para abafar o barulho e eu adorava ficar vendo os infindáveis ensaios e, quando podia, ir aos shows. Eu me apaixonei pela música bem cedo, convivendo com músicos e seu universo sofrido-fantástico, babando pelas roupas dos shows da minha mãe (lembro especialmente de uma bolsa de franjas que minha mãe tinha absolutamente escândala!), isso sem contar com a mágica dos palcos, das luzes, do cheiro formidável do gelo seco. Não escondo pra ninguém que o sonho da minha vida é, enfim, ter uma banda e nela ser vocalista. Até banda de baile rolava, não sendo forró eu estaria lá. Tenho uma admiração imensa por aqueles que sabem tocar um instrumento musical pois o único que eu conseguí dominar até hoje foi minha própria garganta, até com a panderola eu me embanano. Quem sabe na minha terceira idade, com a vida ganha e filhos criados eu possa, enfim, realizar meu sonho. Minha mãe nem precisou esperar tanto.

Literatura traduzida me espera, vamos enfim terminar os sonetos de shakespeare:D

6 comentários:

Paula disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

eu fui pobre, naõ tinha pc nessa época hehe Já peguei o Windows 95!

Cara.. Marisa Monte é minha ídola! Pra mim, é a melhor cantora do Brasil. Se tu pode comparar tua mãe à Marisa, só digo uma coisa: TU PODE TUDO! hehe

Ei, tua mãe vai se apresentar de novo, né? Me avisa, que o dia dos pais me atrapalhou dessa vez, mas da próxima tem que dar certo!

Quero ouvir tu cantar, viu? Tá me devendo essa!

Lucas disse...

Hey dear, só pra dizer q dei uma passada aqui. Não li nada, mas outro dia faço isso. E vc já está lá no meu flog. Beso!

roger disse...

Olha eu aqui de novo ...
Depois de dias sumido porque estava doente apareço aqui pra comentar...

Menina, juro por Deus, eu nem sabia que a UECE tinha uma sala de internet. Se eu soubesse disso antes n tinha ficado horas esperando a Gê sair da secretaria e eu sem ter o que fazer!

Adorei o vegetariano e sem umar ..hauahuahaua ... mas confesso, ser vegetariano é mais facil que os outros dois.

Ei,não sabia mesmo que tua mãe cantava. Tu tem que mandar o convite por antecedência pra gente ir ver. Mas não manda mais pelo Orkut.... Os malucos do Google me deletaram...

Bjos!

a. disse...

Eu fui! \o/
E eu queria cantar bem como você *_*
Música também sempre foi meu sonho frustrado.
PS.: Você já cheirou a Marisa Monte pra saber se ela é cheirosa?

a. disse...

Eita! E tnha computador em Pacoti? (hahaha, just kidding! Just to piss you off!)
Acho que aqui em casa só teve o 95 ou o 98, mas meus irmãos não deixavam eu mexer :( MInah intimidade maior foi com o XP mesmo.
Fiz o efeito aqui no Paint (ê falta do que fazer!)e não tem nada de lindo :P
Ah!Qual o problema com a tecla Insert? Pode ser uma informação útil :P

J disse...

Olha pra foto da Marisa Monte no blog.
Há pessoas que são cheirosas e vc nem precisa cheirá-las. Vc sabe. Ela é uma delas.

O efeito no paint é lindo TAH?

o problema com a tecla INSERT é o fato de ela apagar as palavras se vc voltar atrás, substituindo o texto antigo pelo novo. Ótimo se vc sabe usá-lo. Terrível se vc não sabe como desativar.