segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Sobre tradução simultânea e muitos, muitos post-its

(Foto de celular...em breve teremos as fotos de verdade:D)

Devido ao sucesso do post anterior, resolvi deixar o blog um cadim mais aproveitando o sucesso antes de um outro post. Mas depois deste fim de semana, não poderia deixar de vir aqui.

Eis que fui convidada pela Malena para a loucura mais louca dos últimos tempos: abraçar um trabalho de tradução simultânea em um congresso de medicina pediátrica em pleno Centro de Convenções. Achou pouco a responsabilidade? Adicione isso ao fato de que eu havia ido para o tributo ao Bon Jovi pela Vulcani no Órbita na sexta e que tinha chegado ao casa às 3 da matina e que ela me liga às 7:36 da manhã do Sábado dizendo que o congresso começaria às 8:00, 8:30 por um atraso. Tive exatamente 3 segundos para me decidir e sem pestanejar (adoooro essa expressão) vesti minha roupinha e me soquei no primeiro taxi que me surgiu.

Adoro essas particularidades da vida. Há semanas eu vinha comentando com algumas pessoas como eu gostaria de me tornar tradutora simultânea e numa bela manhã de Sábado isso simplesmente me surge. Tenho minhas suspeitas de que a Malena não é humana e sim uma espécie de semi-deusa confirmada dois médicos cumprir a loucura mais louca dos últimos tempos, fazer tradução simultânea sem nunca antes ter sequer entrado naquela cabine quente e que, de fato, é uma panela de pressão daquelas. Não só pelo calor, mas pela ansiedade, pelos milésimos de segundo que temos para tomar uma decisão, pela sensação gostosa que percorre o corpo quando você percebe que está dando certo, que as pessoas estão entendendo e que você desenvolveu em horas a tal capacidade de ouvir e falar ao mesmo tempo em duas línguas diferentes. E a cada nova palestra, novas estratégias eram criadas, mais seguras ficávamos, e mais eu tinha certeza de que é isso mesmo que eu quero. Alguns sotaques absurdos, alguns palestrantes que por algum motivo fazem um slide show completamente diferente do que estão dizendo, outros palestrantes que deram verdadeiras aulas de como apresentar-se bem, de forma didática e objetiva e as duas intérpretes (veeixe) aprendendo e se deliciando com aquela maravilhosa nova experiência.

O engraçado é tudo que nós lêmos sobre tradução na cadeira de Aspectos teóricos e práticos daTradução ( da qual a Malena é a professora e eu aluna) ia se confirmando. E temos tanto a falar na próxima aula que eu preciso fazer um roteiro pra não passar das 9:30.

Enfim, foi absurdamente fantástico apesar do cansaço mental extraordinário. Até agora eu escuta as pessoas falando e a mente vai traduzindo. Aprendemos, entre outras coisas que:

1) É necessário uma boa noite de sono antes de pegar um evento assim;
2) Sem a ajuda dos médicos nós teríamos sido linxadas, uma vez que não pudemos estudar os assuntos anteriormente (e eles foram super atenciosos!)
3) Um intérprete é feito de uma mistura homogênea de calma, água, atenção e MUITOS, MUITOS post-its! De outra forma, como lembrar no calor das emoções sempre que aparecer a palavra "screening" que há de se dizer triagem? ou que BMI é Índice de Massa Corporal? E como avisar ao colega um termo que ele não tá conseguindo traduzir. A cabine ficou REPLETA de post-its. Aqueles papézinhos coloridos nunca foram tão úteis :D (amo ainda mais)
4) É absurdamente impossível trabalhar sozinho, há de se formar uma dupla dinâmica para cumprir a tarefa.
5) É necessário saber lidar com os imprevistos e acima de tudo ser muito, muito macho pra dar a cara à tapa e ser responsável pela informação que adentra os ouvidos das pessoas que não falam aquela língua e que estão contando com você pára entendê-la. Living on the edge total. E eu ADOREI!

Muito prazer, Jamie Barteldes, tradutora simultânea.:D

ps: sim, eu vou fazer todos os cursos necessários:D

7 comentários:

Paula disse...

e se bobear ainda dá uma palhinha entre uma tradução e outra, né cantora? hehe

ô minha amiga... minha vida tá precisando de uma virada dessas. Eu ando a espremer meu cérebro até sair alguma idéia.. mas eu sei que isso passa. e quando passar...eu quero uma sorte assim que nem a tua!

Parabéns! É tão bom se encontrar em algo! (e quem se encontra em várias coisas é melhor ainda) =P

a. disse...

Sabe que eu fui ao céu vinte vezes ao saber da notícia, né?
você é muito boa, você é grande, dona Jamie Barteldes,e ainda vai dominar o mundo, super J!
Você nsceu pra isso \o/
O que se comprova ainda mais pela sua fissura por post-it's. Vai ver que é um traço genético dos tradutores simultâneos!
Parabéééns, Jêbie!

J disse...

Meninas, você não tem idéia do que isso tudo significa para mim, e venho em um momento que eu nada mais esperava, num momento bem brabo de falta de auto-confiança e pouco crédito na minha vida profissional.

Ananda, lembra que EU que sou presidente do teu fã clube e não tu do meu? :P

Beijos!!

André disse...

Olha que massa!!!
AI, desculpa invadir de novo, mas já que estou aqui, né.....rsrsrs.....
Bom, vc vai falar dessas experiências na aula da Malena?! Hoje estarei lá de novo então..... achei muito interessante esses seminários e acho muito interessante e de grande responsabilidade essa profissão, até me despertou um certo interesse tbm, mas não sei.... preciso me aperfeiçoar muuuuito in my spanish...

Valew!!!

J disse...

Minino, deixa de dizer que tu tá invadindo pq tu já é de casa [>D]

Vamos sim, eu tenho é pena de quem for apresentar hoje pq a gente tem TANTA coisa pra falar!
A área de tradução é apaixonante, você com o passar do tempo vai ganhando vocabulários absurdos, sem contar que estamos sempre aprendendo algo novo. Vale super a pena!

Jéssica disse...

Jaaaaaaaaamie!!! *-*
VOCÊ CONSEGUIU, COLEGA!!! *-*
Adoooooooro!!!
Que bom q vc gostou e que bom q vc tá feliz com isso!!!
Nem sei se tu comentou na terça (pq faltei), mas quero saber de tudo, ok?! Como foi, como não foi, oq teve!!!
Cê tava tão empolgada com esse assunto q quase tive um orgasmo quando li esse post!!!
Adoooooooro!!! Hahaha

bjÃo, menina =*******

Kel disse...

Pois eh, né, quem pode, pode, moça!!!! E vc sempre pôde muito e vai continuar podendo ainda mais. Essa é só uma primeira conquista de um zilhão q vc tem pela frente! Qdo tu saiu de dentro da tua mâe, acho q o médico teve q te aparar do outro lado da sala!!! :D Continue assim, tenha pressa e vontade de viver pq eu te conheço o suficiente pra saber q com vontade vc eh capaz de realizar tudo q deseja, derrubando tudo q parecia uma barreira.
Te amo muito!!
Da sua eterna amante sem sexo :P