quarta-feira, 18 de junho de 2008

Sobre o fim, Beatles e ser tia

(antes de ler o post, clique no link da música que está no título. Fará muito mais sentido:D)

Once there was a way to get back homeward
Once there was a way to get back home
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullaby

/ Am7 - - - Dm7 - - - / G7 - - - / C Em Am Dm9 - / G7 - C - /

Golden slumbers fill your eyes
Smiles awake you when you rise
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullaby

/ C - F - C - / C - F - / C Em Am Dm9 - / G7 - C - /

Once there was a way to get back homeward
Once there was a way to get back home
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullaby

{Refrain}
Boy, you're going to carry that weight
Carry that weight a long time
Boy, you're going to carry that weight
Carry that weight a long time

/ C - G - / - - C - / 1st / G - C Am7 /

I never give you my pillow
I only send you my invitations
And in the middle of the celebrations
I break down

/ Am7 - Dsus2 Dm / G - Csus4 C / Fmaj7 - Dm E7 / Am - G - /

{Refrain, ends with / C A / C A /}

Oh yeah, all right
Are you going to be in my dreams
Tonight

/ D - E - / A - Ebdim7 - / A - /

And in the end
The love you take
Is equal to the love you make

/ A - - - / G - - - / Bb - - F - G / C - /



Perdoem-me, leitores fiéis, se os abandonei por alguns dias, mas estes últimos dias têm sido loucos. Encerramento de semestre, provas, boletins, chororôs. De alguns alunos eu sentirei muita falta, de outros, nadinha. Eu acabo me apegando muito aos alunos e terminar o semestre é sempre doloroso para mim. Você passa seis meses com aquelas pessoas, acompanha o progresso, divide dias bons e dias ruins com eles e aí, de repente, te arrancam deles e outro professor os recebe. Certos alunos marcaram eternamente, se tornaram amigos além-sala (temos um exemplo disso é o Roger(Chico), foi meu aluino de 19 e bolinha e nos falamos até hoje). Determinadas turmas tinham uma sintonia única, outras um pouco menos, mas cada sala tem uma coisa especial. É uma meta de vida minha fazer com que aquelas pessoas que conviveram durante seis meses se tornem amigas. Ás vezes consigo, outras nem tanto. Mas busco me tornar amiga de todos eles, adiciono todos no orkut, no msn. Eles podem até achar que eu não me importo, mas me importo sim. Fica em cada aluno um pouco de mim e um pouco deles em mim também. Fico meio choramingante nesses fins de semestre e entre um pedacinho de bolo e outro, escorre uma lágrima incontida....

Comecei vários post esses dias, mas não fui capaz de concluir nenhum deles. O último era sobre Beatles. Nesse domingo ví com os meninos (quando falar os meninos por aqui me refiro ao Falsário, ao Gladson e ao Minhoca, a não ser que eu especifique os meninos de tal canto:P) Across the Universe, um musical que conta uma história linda de amor totalmente narrada pelas músicas dos Beatles. Absurdamente lindo. Cantamos junto, demos as mãos em "with a little help from my friends", chorei horrores em "Let it be". Era minha vida alí, exatamente como a imagino, com uma canção deles pra cada momento. Beatles é a única banda a qual eu ouço todas as músicas, cada música com seu valor, cada música me remetendo a uma sensação diferente. Agora mesmo, ouvindo "I want you (she's so heavy)", dá vontade de abrir uma garrafa de vinho, desligar as luzes, ligar só o abajur de peixinhos e pensar na vida. Beatles é em minha vida como a Língua Inglesa; não sei quando exatamente começou, mas se tornou uma coisa tão minha, tão Jamie quanto os cachinhos que carrego na cabeça. Não consigo pensar minha vida desassociada deles, não posso, nunca pude - e nem quero. Inglês virou, afinal, minha profissão. Beatles virou algo que se mistura ao sangue e oxigena minha alma. Gosto de um zilhão de outras bandas, mas Beatles é o feijão com arroz. E eu sempre encho os olhos d'água ouvidno a sequência "Golden Sumblers", "carry that weight" e "the end". Aliás, o Abbey Road inteiro deixa uma lágrima cai-não-cai. Bato ponto todo Dezembro na Concha Acústica quando há o show mais lindo do ano, todas as pessoas legais da cidade se reúnem e entram em transe beatlemaníaco. Um dia eu ainda exemplifico o Eterno Retorno do Nietzsche e monto uma banda de Beatles /o/

E J será titia!
Nada disso, a Jessica não está grávida. Mais um Kardozinho no mundo. Parabêns ao Henrique e a Fabíola. Bando de fura filas! Eu casei primeiro, tah?!:P Mas meus pequetitos estão encomendados para mais na frente. Quando e o Felipe crescermos a gente pensa em filhos :P

16 comentários:

Dino disse...

(regredindo)
TIA J!!! ME DÁ UM MORANGO DAQUELES ALI, dá? DÁÁÁÁÁÁÁ!!!! POR FAVOR!!
ME DÁ TIA J ???

p.s - ÊÊEÊÊ... (continuando a regressão) 1 post , ÊÊEÊÊÊÊ!!!

p.s 2 - que é? que foi? posso ser criança não? =P

J disse...

Deixa os moranguinhos dos Strawberry Fields, Dino!
:P

roger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
roger disse...

Menina... teu post me fez lembrar do meu primeiro semestre de inglês que no último dia fomos jogar "cemitério" e deixamos os caras dofutebol putos.... kkkkk
Lembra?
Esse lance de sala de aula é muito legal. Acaba-se o ano,o semestre, o curso e os nossos profesores continuam fazendo parte da nossa vida. Mesmo porque foram eles - e você - quem nos ensinaram algo novo, passaram um tempo convivendo com pessoas estranhas e,mesmo assim,tão próximas!
Gostei muito das tuas aulas...e gosto muito da tua amizade!

Beatles ... Ahhhhhhhh Beatles ... não tem o que comentar. Bjos

J disse...

:D
Aquela turma foi inesquecível. E o campeonato de jogos infantis nem se fala!
AS pessoas até hoje falam comigo, me abordam em ônibus. Posso não lembrar do nome delas, mas sei de que turma eram, lembro das sensações.

À propósito, esquecí de comentar que domingo teve também o Falsário tocando e eu cantando "She's leaving home" e no final, os dois chorando.

Foi lindo...

roger disse...

Imagino .... queria ter visto! Mas daí fica para uma próxima!

G disse...

Sim... Final de semestre sempre tem uma maré energética de "fim de tudo", "fim do mundo". O bom é saber que passa (mas volta..hihi) e que boas sementes foram plantadas.
.
Siiiiiiiiiiiiiiim, Beatles é bom demais.=D Todo 25 de dezembro é a melhor programação do mundo ficar na concha em meio aos amigos e se deixar levar pelo frisson.
.
E por fim, PARABENS pel@ sobrinh@ que está a caminho.

Beijo!

Paula disse...

Queria conhecer todas dos Beatles, grande parte das que conheço (e são muitas) eu adoro!

Esse ano não perderei a Concha!

Ah, e o inglês tá no sangue, tá no nome, tá na cara, tá em quase tudo, né? Falar nisso, quando vc vai cantar pra eu ouvir,hein?

Pensei q era só eu que naõ sabia exemplificar o eterno retorno. Quer mais uma? tenta exemplificar tb um "platô" do Deleuze e do Guattari!

=O Que fofoooo! Nem a conheço ainda, mas pelo que ele já me falou, naõ vejo companhia melhor pra ele nessa vida. Frutos de uma relação assim são sempre bem vindos e motivo de muita alegria!

Jamieee... naõ cresçam! (tomando crescer como "tornar-se convencional,chato e sem graça)
mas deixem tb um ser de cabelos cacheadinhos nesse mundo! Fico coruja só de pensar! Ops... coruja não, né? Fico... pardal? pombo? Pterodáctilo?

Não deu.

J disse...

vou copiar pra ti um cd-room que eu tenho com tooodas elas :D


vou cantar pra tu ouvir quando alguém tocar pra mim, só quase sei cantar, tocar que é bom, nada...:(


kkkkk

é por isso que vale a pena ter amigos de longas datas. Eles lembram que você odeia coruja :D

Marcos disse...

Jamie...como sempre muito profissional no que faz...O que essa pessoa representa para mim não é pouca coisa...
Post excelente, tambem curto beatles pra caramba, parabéns por tudo jamie !

a. disse...

Jamie, como tu consegue?
Tu só podia saber o quanto eu amo essa música e o quanto ela revira tudo que tem por dentro,né?
Quando vi o link do you tube eu já ia grifar o final, mas você grifou também:
"and in the end the love you take is equal t the love you make."
Como eles conseguem ser tão eternos, tão doces, tão completos?Tão encantadores? Tão eternamente queridos e amados?
Infelizmente ainda não conheço todas, mas sinto que cada vez que me distancio mais dos Beatles sou um pouco menos de mim.
Você estava no show da concha? Eu também! Eu vou a todos os covers dos beatles do universo!
Poxa, estou louca pra ver Across the Univese faz tempo. Vou ver se alugo amanhã mesmo!

Pois é, quanto ao fim de semestre, estou sentindo isso na pela primeira vez. Quando minha aluna do teens 2 disse "Quer dizer que semestre que vem você não vai mais dar aula pra gente?!?!" com uma voz toda chorosa...É incrível como a personalidade de cada um serve pra turma ser o que ela é.
Beijos, amiga Jamie!

a. disse...

também quero a discografia deles :P
e tu pôs meu blog nos favoritos! que vergonhaaa!

J disse...

Revira,OH se revira...
Como eu disse, Beatles é quase um elemento químico indispensável :D

Quando eles olham pra gente com essa carinha...dá vontade de morrer e nascer de novo...

dá o cd que eu gravo:D

Tico disse...

Tsc... Tbm to morrendo de saudades dos meus alunos la do CI.... :-S
O filme e' muito bom mesmo! Ate' eu, que nao sou la muito fa de musicais, gostei! :-D

J disse...

Nem fala neles que hoje é a despedida...

Across the Universe é o filme:D